Baratas

As baratas habitam o planeta há mais de 300 milhões de anos, sendo que atualmente são conhecidas cerca de 5.000 espécies no mundo.
São considerados insetos cosmopolitas, sendo que menos de 1% são sinantrópicos, ou seja, vivem próximas ao homem. Normalmente, as baratas são encontradas em ambientes úmidos e quentes, sendo que sua alimentação é bastante variada. As baratas são insetos onívoros, que se alimentam preferencialmente de doces, alimentos gordurosos e de origem animal. As duas espécies mais encontradas no Brasil são a Blatella germanica e a Periplaneta americana.

Importância para a saúde
Pelo fato das baratas viverem em ambientes sujos e contaminados, podem transmitir várias doenças. Entram nas residências e cozinhas, contaminando os alimentos, já que os agentes patogênicos ficam em suas patas. Podem transmitir os agentes da salmonelose, giardíase, amebíase, tifo, lepra, tuberculose, tétano, etc.

barata-de-cozinha Barata de cozinha
A Blatella germanica é conhecida como alemãzinha ou barata de cozinha e habita principalmente os locais onde há manipulação de alimentos e com temperaturas elevadas, como cozinhas, armários de alimentos, equipamentos eletrônicos, caixas de força, frestas de paredes, etc.
Elas se dispersam com grande facilidade através de embalagens, abrigando-se nas dobras das caixas de papelão, sacos plásticos e outros materiais. Por isso, os estabelecimentos alimentícios são ainda mais sujeitos a esse tipo de infestação, pois sempre estão recebendo mercadorias em caixas, que passam para depósitos, contribuindo para a dispersão da barata.

Barata de esgotobarata-de-esgoto
A Periplaneta americana é conhecida como barata de esgoto. Fica em locais quentes e úmidos, como rede de esgoto, fundo de gabinete, fundo de armário, porões e caixas d’água. Essa barata necessita de muita umidade para não ressecar seu exoesqueleto. As galerias de serviços e suas tubulações representam os focos primários para as baratas de esgoto. A partir daí, elas se dispersam para o interior dos estabelecimentos, podendo estabelecer colônias.

Curiosidades
– Cientistas americanos calcularam que, se as baratas tivessem o mesmo tamanho de um homem, elas conseguiriam atingir uma velocidade de 320 km/h;
– Sobrevivem sem alimento até um mês e sem líquido até uma semana;
– Ficam até 40 minutos submersas e se deslocam por fendas muito pequenas de até 1,6 mm.

Entre em contato e solicite um orçamento

Clique aqui