brocasBrocas

As brocas são freqüentemente confundidas com os cupins, especialmente com os cupins de madeira seca, por também expelirem resíduos das peças atacadas. Entretanto, as brocas de madeira diferem dos cupins em vários aspectos. Brocas de madeira e cupins são dois grupos taxonomicamente distintos. As brocas, cujos adultos são os besouros, pertencem à ordem dos Coleópteros, enquanto os cupins, cujos adultos são conhecidos como siriris ou aleluias, pertencem à ordem dos Isópteros. Diferentemente dos cupins, as brocas de madeira não são insetos sociais. Uma madeira atacada por brocas pode conter dezenas ou centenas de indivíduos, entretanto cada um vive independentemente do outro.

O desenvolvimento pós-embrionário, período que vai desde a eclosão dos ovos até o indivíduo adulto, é também diferente entre esses dois grupos de insetos. O desenvolvimento pós-embrionário nas brocas de madeira compreende quatro estágios: ovo, larva, pupa e adulto. A metamorfose, ou seja, a transformação da larva (inseto imaturo em adulto) dá-se em uma fase específica do desenvolvimento denominado de pupa, e no caso desses insetos é uma transformação total, originando um adulto completamente diferente do estágio larva.

O ataque por brocas de madeira se inicia quando a fêmea adulta deposita seus ovos na madeira. Desses ovos eclodem as larvas, que irão se alimentar daquele substrato até atingirem o estágio de pupa, quando então se transformam em adultos. A fase larval é a mais longa da vida do inseto e a principal responsável pelos danos causados à madeira. Uma vez transformados em adultos, e essa transformação dá-se em geral próximo à superfície, as brocas perfuram a madeira e saem para o meio externo. Fora da madeira, machos e fêmeas se encontram e se acasalam. As fêmeas voltam a depositar seus ovos ou na mesma peça de madeira ou em outra. A época em que os adultos saem da madeira é quando mais facilmente, percebemos o ataque. Observa-se um orifício em torno do qual, encontramos acumulada uma serragem também denominada de resíduo ou pó de broca, que é resultante da escavação feita pelo adulto para sair da madeira.

A madeira seca, apresentando teores de umidade abaixo de 30%, é a condição da maioria das madeiras em uso pelo homem. Insetos das famílias Anobilidae e Lyctidae são as principais brocas que atacam a madeira nessas condições.

Entre em contato e solicite um orçamento

Clique aqui